Em Deus acreditamos, que os outros trazem dados.

W. Edwards Deming

Métricas SEO

Tudo que pode ser medido, pode ser melhorado. Logo, se você não medir o impacto das suas ações e seus respectivos resultados, nunca saberá se está trilhando o caminho certo ou se é preciso refinar ou repensar sua estratégia.

Por isso, sempre definimos junto ao cliente e no início de cada missão de SEO, quais são os principais indicadores de sucesso do negócio. Também recolhemos os dados dos indicadores principais antes de tudo para efeito de comparação no futuro e consequente medição de resultados de SEO.

Além disso, implementamos e/ou configuramos as imprescindíveis ferramentas de coleta dos dados, e analisamos a integridade dos mesmos para garantia de precisão e consistência das informações.

Plano de avaliação SEO

Um plano de medição e avaliação é uma ótima maneira de documentar quais são as métricas e indicadores mais importantes para a sua empresa.

Idealmente, ele precisa ser composto de:

  • Objetivo

  • Táticas

  • Indicadores-chave

  • Indicadores e métricas

O objetivo é de negócio e precisa ser pensando junto com a estratégia, quando as táticas visam a aumentar vendas, contatos, audiência, etc.

Indicadores-chave de desempenho são métricas específicas que medem o sucesso das ações, enquanto indicadores e métricas de desempenho ajudam a cruzar dados no intuito de identificar possíveis discrepâncias e comportamentos inesperados.

Relatórios de SEO

Existem vários tipos de relatórios SEO, costumamos trabalhar com os seguintes:

Relatório de métricas-chave

Um relatório mensal que coleta e monitora indicadores de:

  • Tráfego

  • Índice

  • Backlinks

  • UX

E mais alguns outros indicadores gerais de mercado.

Esse relatório permite monitorar a evolução dos dados e resultados, assim como cruzá-los para identificar discrepâncias que acabam se tornando pistas na identificação de possíveis problemas e na consequente tomada de decisão (dados acionáveis).

Relatório de conversões

Dependendo do seu site e negócio (eCommerce, etc.), podemos monitorar também as conversões, uma vez estabelecido um plano de avaliação claro, que define previamente o que será considerado uma conversão e configuradas as metas e eventos dentro do Google Analytics.

Relatório de posicionamentos

Nem sempre é algo prioritário ou relevante, mas se fizer sentido podemos definir uma lista das principais palavras-chave do seu negócio e monitorá-las em tempo real.

É uma forma de identificar oportunidades ou simplesmente realizar uma manutenção contínua de SEO, monitorando sua visibilidade nos mecanismos de pesquisa.

Relatórios personalizados do Google Analytics

Criamos também relatórios personalizados e painéis dentro do Google Analytics, com dimensões e métricas da sua escolha.

Google Search Console

O Google Search Console precisa ser instalado e configurado.

Para adicionar sua propriedade, você pode fazê-lo a nível de domínio (recomendado), ou a nível de prefixo de URL (http, https, www ou outro subdomínio). Dependendo do nível escolhido, existem vários tipos de verificações e configurações possíveis e disponíveis.

Search Analytics

O Search Analytics é a parte do Google Search Console que traz dados de consultas de pesquisa e Discover.
O chamado relatório de desempenho.

Resultados de Pesquisa:

  • Métricas: Cliques, impressões, taxa de clique média, posição média e posição;
  • Dimensões e filtros: Consultas, páginas, países, dispositivos, aspecto de pesquisa, datas e tipo de pesquisa (web, imagem, vídeo e notícias);
  • Tempo de disponibilidade dos dados: últimos 16 meses.

Google Discover (sugestões e descobertas de artigos em dispositivos móveis):

  • Métricas: Cliques, impressões e taxa de clique média;
  • Dimensões e filtros: Páginas, países, aspecto do Discover e datas;
  • Tempo de disponibilidade dos dados: últimos 16 meses.

Google Analytics

Assim com seu primo Google Search Console, o Google Analytics, precisa ser instalado e configurado para entender melhor quem é seu público e seu comportamento, de onde vem seu tráfego e como acontecem suas conversões. Dependendo da complexidade e tamanho do seu negócio online, você pode optar pela versão gratuita do Google Analytics, ou sua versão paga, o Google Analytics 360.

Uma vez isso determinado, o primeiro passo é de definir quantas contas, propriedades e vistas você irá precisar, seguindo boas práticas. Assim como definir as permissões de usuário de cada membro da sua organização.

E para uma boa análise SEO e acompanhamento do trabalho, sempre em função do seu negócio, o Google Analytics oferece uma série de recursos que podem ser ativados, integrados ou configurados.

Ativações e configurações

O Google Analytics é repleto de recursos podendo ser ativados.

Assim como existem muitas configurações possíveis e primordiais para poder usufruir do seu pleno potencial.

Ativações:

  • Métrica “Usuários” (o tráfego passa a ser associado ao utilizador correto e seus relatórios ficam mais centrado no usuário);
  • Relatórios de informações demográficas e interesses (para entender melhor seus usuários);
  • Ativação e configuração da pesquisa interna do site (para recolher termos pesquisados e gerar insights sobre palavras-chave do seu negócio);
  • Se seu negócio for um comércio eletrônico, a ativação e configuração do comércio eletrônico e seus relatórios avançados (para coletar dados que ajudarão na otimização da sua taxa de conversão);
  • Se pretende usar recursos de publicidade Google Ads, a ativação da coleta de dados para a rede de display e o remarketing;
  • Etc.

Configurações:

  • Metas (para saber quais ações relativas aos seus objetivos foram concluídas, assim como seus respectivos valores);
  • Acompanhamento de eventos (para monitorar qualquer interação no seu site e entender melhor a navegação dentro do seu site);
  • Filtros avançados (para refinar seus dados e relatórios);
  • Dimensões e métricas personalizadas (para coletar dados customizados e usá-los nos seus relatórios);
  • Segmentos personalizados (para visualizar um subconjunto de dados em um relatório);
  • Agrupamentos de conteúdo (para poder analisar páginas em grupos) e de canais ou canais personalizados (caso considerar os canais padrão do Google Analytics inadequados ao seu negócio);
  • Definição de públicos e atributos dinâmicos (remarketing);
  • Etc.

Integrações

E a possibilidade de vinculações com outras ferramentas como:

  • Google Search Console (para receber os dados do GSC para o GA);
  • Google Ads (para receber e enviar dados do Google Ads para o GA);
  • Etc.

Outras ferramentas

Existem outras ferramentas interessantes que podem ajudar diretamente ou indiretamente nas suas análises e ações de SEO. Como por exemplo:

Google Data Studio (GDS), que permite criar painéis avançados de visualização de dados e ajude na compreensão dos mesmos

Google Tag Manager (GTM), que centralize e facilite a implementação e gestão das tags instaladas no seu site

Google Optimize, uma ferramenta de teste A/B e personalização conectada ao Google Analytics

Infográfico

Infográfico Análise SEO

Análise SEO

Serviços relacionados

Projetos relacionados

Perguntas frequentes

O que é Search Console?

O Google Search Console (antigo Webmaster Tools) é uma ferramenta que o Google disponibiliza para ajudar na medição do tráfego orgânico e Discover do seu site e na resolução de problemas técnicos de indexação, desempenho, usabilidade, dados estruturados, segurança e links. Isso no intuito de facilitar a otimização do seu site e na qualidade do seu SEO.

O que é Google Analytics?

O Google Analytics é a ferramenta estatística do Google, que permite aos administradores de um site analisar seu público, acompanhar o número de visitantes, suas origens, etc. Ele foi criado em março de 2005 e existe em versões gratuita e paga (Analytics 360). Tornou-se o serviço de análise de tráfego de sites mais usado no mundo.

O que é Web Analytics?

O Web Analytics combina técnicas de coleta, tratamento e apresentação de dados da Internet usados ​​para otimizar um site, site móvel ou aplicativo. É um conjunto de análises que permite estudar com precisão o comportamento e os hábitos dos visitantes em sites e aplicativos móveis.