Decisões de Design devem se basear nas necessidades e desejos dos usuários

Experiência de Usuário

O que é?

Para saber o que significa UX Design, primeiro precisamos saber o que é UX. UX ou User Experience é o estudo da Experiência do usuário.

O termo foi criado pelo Dr. Donald Norman Pesquisador de Ciência cognitiva e Diretor do laboratório de Design da Universidade da Califórnia em San Diego, Estados Unidos. Ele foi também o primeiro a descrever a importância do Design com foco no usuário.

Sabendo isso, podemos dizer que UX Design é o Design de um produto ou sistema levando em consideração a experiência do usuário.

A experiência do usuário é fundamental para o desenvolvimento e evolução de qualquer coisa “utilizável”. O primeiro passo de UX é saber exatamente as necessidades do usuário. E somente a partir desse conhecimento, aplicar funcionalidade e Design. UX vai além de oferecer ao usuário o que ele deseja.

Serviços

Cuide da experiência dos seus usuários e melhore engajamento e conversões!
Nossos serviços são modulares e podem ser contratados de acordo com suas necessidades.

Pesquisas com usuários

Existem muitas ferramentas que permitem que façamos pesquisas com usuários, fazendo assim um “levantamento” dos dados que precisamos saber. Um questionário que tire nossas dúvidas com relação ao uso de nosso produto.

Criação de Personas

A criação de Personas segmenta seu público e permite que seja estudado cada tipo de usuário especificamente.

No processo de criação de Personas define-se:

  • Perfil;
  • Personalidade;
  • Referências e Influências;
  • Arquétipos e Falas;
  • Conhecimento Tecnológico;
  • Metas de experiência de usuário;
  • Plataforma e aparelho usado;
  • Aplicativos usados;
  • Deve fazer & Deve nunca fazer;
  • Relacionamento com a marca e/ou produto.

Testes A/B

Os testes A/B permitem que façamos testes ao lançar novas páginas, produtos, peças e elementos. Enfim, qualquer coisa. Fornecemos um conteúdo/visual diferente para usuários A e B e testamos a aceitação, a fluidez, e a compreensão desse produto.

Testes de usabilidade

Por que o usuário não clica em um determinado elemento? Por que o usuário clica mais no link A do que no link B se ambos levam para o mesmo destino? Por que os usuários não permanecem mais de 4 segundos no seu site? O que é mais bem aceito? O que tem sido rejeitado?

Essas e outras perguntas podem ser respondidas com testes de usabilidade que são implementados com ou sem o conhecimento do usuário, como testes A/B, Questionários e etc. É uma pesquisa que visa esclarecer como seu produto está sendo usado.

Guia de estilos

Um Guia de Estilos define, assim como um Manual de Utilização de uma marca, o uso para seu produto. Ele vai definir uma consistência na apresentação do seu produto. Tanto em Design e Identidade Visual, como em leitura e interatividade.

Padrões de Design

Desenvolver padrões para peças e elementos, de modo que, ao usar seu produto, o usuário reconheça os padrões e não tenha dúvidas quanto ao uso ou funcionalidade. Acostumar o usuário com seu produto e seu padrão visual e funcional.

Wireframes

Wireframes são o esqueleto da sua interface. Seja um app para celular, um website. ou um novo widget ou elemento para seu site já existente, os wireframes servem para estudarmos os elementos a serem inseridos de forma a termos a previsão de seu posicionamento ou funcionamento.

Os Wireframes podem ser feitos usando um software gráfico como Photoshop ou Illustrator, ou com o uso de ferramentas específicas para criação de Wireframes.

Os Wireframes também podem ser feitos à mão com papel e caneta e uma boa régua. O importante é ‘rabiscar’ o layout e prever futuros problemas ou funcionamento antes de ser criada a peça, economizando tempo e dinheiro.

Mockup de Interfaces

Após definido nos wireframes a quantidade de elementos, posicionamento e medidas, o mockup é a arte-final do seu layout. Cores, efeitos, imagens e formas são definidos dando vida ao layout e já preparando um guia de estilos para que na etapa de Desenvolvimento seja implementado e validado.

Prototipagem

Uma variação do Mockup. Geralmente com animação ou interatividade. A finalidade é exemplificar ao máximo o funcionamento e a interatividade.

Storyboard

“Tá entendendo ou quer que eu desenhe?” – É exatamente isso que o storyboard faz. Normalmente utilizado para cinema e TV, o storyboard prevê funcionalidades, posicionamento, interação e foco de um produto, história e etc.

Process Flows

Desenhar o fluxo de navegação e uso do seu produto ou sistema tem uma função muito positiva, pois podemos definir uma direção para a navegação exatamente como você deseja, evitando surpresas ou mau uso, confusão e falta de fluidez.

Inventário de conteúdo

É muito importante ter conhecimento de todo o conteúdo que estará presente no seu produto antes de começar a desenvolver a Arquitetura da Informação. Assim evitamos erros, gambiarras e retrabalho.

Ter um inventário de conteúdo nas mãos permite uma Arquitetura da Informação muito mais rica e focada, assim como o processo de Design que pode planejar uma melhor exibição desse conteúdo sem surpresas.

Mapa do sistema

Ter um Mapa do Sistema permite que seja visualizado todos os elementos do seu sistema e a relação entre eles. Tornando fácil a compreensão de problemas e facilitando a sua correção ou redesign.

Storytelling

É basicamente contar histórias para ensinar informações. É um jeito diferente de expor uma informação. Ao invés de vender um produto, por exemplo, pode-se escrever a partir de qual necessidade ele surgiu, o processo de fabricação e etc. Contar a história é muito mais envolvente do que vender.

Análise / Relatório de uso

É fundamental, imprescindível, necessário e muito importante que todo produto online tenha um acompanhamento e análise com relatórios e estatística. Existem muitas ferramentas no mercado hoje em dia que fornecem essas informações e são totalmente customizáveis para que gere o relatório de acordo com suas necessidades.

Como?

Ciclo de UX Design

Veja os 10 princípios de UX segundo o Google:

  1. Foco nas pessoas: suas vidas, trabalhos, sonhos;
  2. Cada millisegundo importa;
  3. O simples é poderoso;
  4. Envolva os usuários “iniciantes”;
  5. Atreva-se a inovar;
  6. Design para o mundo;
  7. Atenda às necessidades de hoje e de amanhã;
  8. Agrade aos olhos sem distrair a mente;
  9. Seja digno da confiança das pessoas;
  10. Adicione um toque “humano”.

Projetos

Por quê?

Para aumentar suas chances de alcançar seu público ou aumentar seu número de visitas e conversões, ao analisar e verificar periodicamente seu negócio online para medir a qualidade do serviço oferecida.

Qual página foi mais acessada, qual link foi mais clicado, qual elemento chamou mais atenção, qual escolha do Design foi mais bem aceita pelo usuário, dentre muitas outras opções.

E principalmente o porque dessas ações terem ocorrido. Conheça seu publico usuário e acerte no alvo.

Vantagens

  • Entender seu público;
  • Aumentar a conversão;
  • Reter novos usuários;
  • Diminuir a taxa de rejeição.